Iara
(Iara da Silva Cabral Dalmada )

Nasceu em Visa Isabel, em 29 de janeiro de 1916 e faleceu em março de 1991. Órfã, aos 16 anos foi morar em Oswaldo Cruz, na casa do tio, seu Napoleão. Muito reservada e calada, dona Iara era um dos baluartes da Ala das Baianas. Seus filhos sempre estiveram vinculados à Portela. A filha Irani, prematuramente falecida, exibia-se com o conjunto-show da escola. Adelino, também já falecido, foi fundador e presidente da Ala Aquarius. Jerônima e Telino continuam a participar das atividades da escola, sua grande paixão.

Participou das primeiras apresentações da Velha Guarda, no início dos anos 1970, e emprestou sua casa da Rua Sérgio de Oliveira, em Oswaldo Cruz, para a sessão de fotos destinada a ilustrar a capa do primeiro disco do grupo. Afastou-se do conjunto para dedicar-se aos filhos.

Recebeu, post mortem, o título de Cidadã Carioca, outorgado pela Câmara dos Vereadores do Rio de Janeiro, proposto pelo então vereador Sérgio Cabral.

Fonte: VARGENS, João Baptista M; MONTE, Carlos Monte. A Velha Guarda da Portela. 2. ed. Rio de Janeiro: Manati, 2004.