Guaracy
(Guaracy de Castro )

Filho de Crispin de Castro, antigo jogador do Bangu, e de Juracyna Conceição de Castro, nasceu no Rio de Janeiro em 05 de março de 1939.

Aprendeu a tocar instrumentos de cordas com os primos, no bairro da Boca do Mato, na serra dos Pretos Forros, onde se tornou amigo de Martinho da Vila.

Antes de abraçar a carreira de músico e compositor, Guaracy foi cabo da Aeronáutica. Casado, é pai três filhos.

No início da carreira, tocou em programas de rádio e participou de diversos conjuntos regionais. Começou tocando banjo, passou sucessivamente ao cavaquinho, ao violão 6 cordas e por fim ao violão 7 cordas, por sugestão do grande Jacob do Bandolim, que admirava a velocidade da sua mão direita, hábil nos bordões.

Entrou para a Velha Guarda da Portela em 1994, em substituição a Jorge do Violão, a convite de Osmar do Cavaco. Na sua opinião, a Velha Guarda da Portela está preparada para respresentar o Brasil em qualquer circunstânia, e é o conjunto de samba mais organizado que conhece.

Entre os compositores do grupo destaca os bambas Monarco, Casquinha e Manacéa.

Como compositor, começou com Noriel Vilela, com quem criou O presente, conhecida como Zi Mureque. É augor de várias outras músicas: Professor, meu professor (parceria com Valdomiro Rodrigues), A grande felicidade (parceria com Rossini Pinto), Baba de quiabo (parceria com Darcy Amaral) e Maria pequena (parceria com Roberto Nepomuceno). Algumas de suas canções foram gravadas por Elza Soares, Pedrinho Rodrigues e Núbia Lagayette.

 

 

Fonte.: Livro - A Velha Guarda da Portela
João Baptista M. Vargens & Carlos Monte