Secretário de Cultura visita barracões da Série A e chama profissionais do Carnaval de heróis

 

Por Redação SRzd

A manhã desta quinta-feira (22) reservou surpresas a Ruan Lira, Secretário Estadual de Cultura e Economia Criativa. Em visita a alguns dos barracões das escolas de samba que integram a Série A do Carnaval carioca, o gestor pôde constatar de perto a precariedade dos espaços onde carnavalescos e artesãos desenvolvem as alegorias que encantam o público da Marquês de Sapucaí nas duas primeiras noites de espetáculo.

“Queremos apoiar o Carnaval e fazer com que estes profissionais tenham estrutura e dignidade para trabalhar. Muitos dos que vão à Sapucaí não sabem das dificuldades, e digo em termos de estrutura, não somente financeira, que esses profissionais encontram. Vamos trabalhar para viabilizar que parcerias entre o poder público – em todas as suas esferas – e o privado possam fazer com que o espetáculo torne-se cada vez melhor. Carnaval é geração de emprego e renda e isto reverbera na saúde, na educação, no turismo e na economia”, comentou Ruan.

No roteiro da visita, que englobou Acadêmicos do Sossego, Unidos de Bangu, Unidos da Ponte, Cubango e Unidos de Padre Miguel, o Secretário conversou com os presidentes das agremiações e funcionários para tomar ciência de como se dá processo de desenvolvimento e realização artística é feito.

“Se antes eu já os admirava, agora eu só posso dizer que eles merecem aplausos e de pé. As condições estruturais estão longe do ideal e, quando falamos em profissionalização do Carnaval, isto também passa por dar dignidade a estes profissionais para que possam desenvolver bem o seu trabalho”, explicou.

Segundo Wallace Palhares, os sucessivos encontros com as principais lideranças do Estado em prol de melhorias para a festa vêm criando fortes esperanças entre os dirigentes que confiam em mudanças já no próximo ano.

“A situação dos nossos barracões é desumana. Sem contar escolas que não têm um espaço para construir seus carnavais. A atenção do secretário Ruan tem sido importante e é nossa esperança para a realização do sonho da Cidade do Samba 2”, disse o presidente da Lierj.

Fonte.:  www.srzd.com