Se não pagar multa por virada em 48h, Liesa será acionada judicialmente pelo MP, diz jornalista

 

Por Redação Carnavalesco

A terceira virada de mesa consecutiva do Grupo Especial custará aos cofres da Liesa R$ 750 mil. O Ministério Público, que havia feito um acordo com a entidade para evitar a estratégia, intimou a entidade a pagar a multa pelo descumprimento do termo de ajustamento de conduta (Tac). O prazo para efetuar o pagamento é de 48h. A informação foi divulgada pelo jornalista Edmilson Ávila.

Se isso não for feito, o Ministério Público vai entrar na Justiça. Em 2018, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, assinou um acordo com o Ministério Público se comprometendo a não interferir no rebaixamento das escolas, como previsto no regulamento do desfile de 2019. A quebra do regulamento já tinha acontecido nos desfiles de 2017 e 2018, segundo o MP, lesando o consumidor que pagou ingresso para ver um campeonato que teve disputadas alteradas.

Fonte.:  www.carnavalesco.com.br