Intendente Magalhães: prefeitura não recebe propostas de patrocínio para infraestrutura

 

Por Romulo Tesi

Nenhuma empresa apresentou proposta para o patrocínio da infraestrutura dos desfiles da Estrada Intendente Magalhães, onde se apresentam as escolas de samba dos grupos B, C, D e E.

A prefeitura, por meio da Riotur, abriu a convocação em 8 de janeiro, e até o último dia 21, fim do prazo, ninguém apareceu.

Uber havia se comprometido a arcar com as despesas, em torno de R$ 2,5 milhões, mas a empresa de transporte particular desistiu do patrocínio no fim do ano passado. A companhia fez o mesmo em relação à verba para as escolas do Grupo Especial.

Na Liesb, a liga que organiza as apresentações, o clima é de que haverá desfiles de qualquer maneira, nem que seja necessário reduzir o tamanho da infraestrutura, com arquibancadas menores, por exemplo.

Até o momento, foram captados R$ 579.546,52 via Lei Rouanet para a infra da Intendente, sendo R$ 500 mil com o Booking.com, que atua no ramo de reserva de hospedagens, e o restante com uma empresa chamada Top Service. A responsável pelas captações é a consultoria Sagre, habilitada pela prefeitura.

Fonte.:  www.setor1.band.uol.com.br