Nilce Fran vai promover oficinas de passistas em Tˇquio

 

Roteiro de diretora da Portela inclui eventos em universidade e em escolas de samba japonesas

Entre os dias 14 e 23 de setembro, a coordenadora da ala de passistas da Portela, Nilce Fran, desembarcará em Tóquio, para cumprir uma intensa agenda de atividades culturais, como oficinas, visitas às escolas de samba japonesas e pagode. A eterna passista Estandarte de Ouro viaja à convite do Consulado da Portela no Japão, que em parceira com o Departamento Cultural da agremiação, está organizando os eventos.

Segundo Kishuko Sudoh, vice-presidente do Consulado da Portela no Japão, Nilce ministrará 20 oficinas, sendo três delas em agremiações japonesas e uma em universidade. 

"Acompanho o trabalho da Nilce faz muito tempo. Divulgo o nome dela aqui entre as passistas das escolas japonesas e fui a primeira japonesa a reconhecê-la como uma das melhores profissionais do segmento. Antes de mim, ninguém jamais havia falado sobre Nilce no Japão", comenta Kishuko, que desfila na ala de passistas da Portela. Ela vai acompanhar Nilce durante toda a turnê.

Além das oficinas, o Consulado da Portela realizará um pagode de despedida para Nilce. "Fazemos este tipo de evento de despedida, que é um momento em que as alunas podem tirar fotos, pedir autógrafos e dançar com a instrutora, em clima de descontração, sem a rigidez das aulas", explica Marcello Sudoh, presidente da instituição portelense naquele país. 

Nilce, que também integra a comissão de Harmonia da maior campeã do carnaval, terá, ainda, a oportunidade de conhecer importantes pontos turísticos do arquipélago japonês. 

A viagem encerrará o ciclo de atividades do Consulado da Portela no Japão em comemoração aos 95 anos da escola de Oswaldo Cruz. “Este ano estiveram aqui o mestre Nilo Sergio, o presidente Luis Carlos Magalhães, o mestre-sala Marlon Lamar e a porta-bandeira Lucinha Nobre (CLIQUE E CONFIRA VÍDEO). Esta data tão importante para a Portela não poderia passar em branco. Além disso, nosso Consulado tem uma importante responsabilidade junto à Portela e seus segmentos, que é divulgar a escola para os sambistas japoneses. Afinal, somos a sede do maior desfile de escolas de samba fora do Brasil", ressalta Kishuko Sudoh.

Foto: Banner das oficinas que serão comandadas por Nilce Fran

Fonte.:  www.gresportela.com.br