Japoneses aprendem arte da danša com casal de mestre-sala e porta-bandeira da Portela

 

Marlon Lamar e Lucinha Nobre realizaram oficinas durante três dias, em Tóquio

O primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira da Portela, Marlon Lamar e Lucinha Nobre, encerrou, na última quarta-feira (29), uma maratona de três dias de oficinas organizadas em Tóquio, no Japão, para vários casais das agremiações nipônicas.

Ao todo, nove duplas, dentre outros observadores, compareceram às oficinas de Marlon e Lucinha. Todos dançam no "Asakusa Samba Carnival", o maior desfile de escolas de samba fora do Brasil, realizado desde 1981, na capital japonesa. O casal portelense ensinou giros, passos, sequências de apresentação e, ainda, respondeu a perguntas e falou sobre curiosidades da dança e de sua importância para o carnaval.

"Gostaria de parabenizar ao mestre-sala Eduardo Bello, que por longo tempo, segundo soube, ensinou a dança aos japoneses. Também sei que o mestre-sala João Carlos já esteve dando aulas por aqui. Alguns casais presentes nesta oficina, se tiverem ensaios contínuos e acompanhamento de profissionais, podem até desfilar nas escolas cariocas", disse Lucinha.  "Os mestres-salas ainda precisam ser um pouco lapidados, mas já têm uma base muito boa", destacou Marlon.

O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, também acompanhou as oficinas e ficou satisfeito com o resultado. “Estou impressionado com o que vi aqui. A maioria não entende a língua portuguesa, mas evolui e dança muito bem", exaltou Luis Carlos.

No final de cada oficina, o casal portelense mostrou a coreografia feita na Marquês de Sapucaí em 2018. Para os japoneses foi uma oportunidade de ver, ao vivo, Lucinha e Marlon dançando. Todos também aproveitaram para tirar fotos e pedir autógrafos, e uma das participantes chegou a chorar ao encontrar com a dupla da azul e branco.

Ainda na quarta-feira, depois de ministrada a última oficina, o GRES Bárbaros, escola campeã do carnaval de 2018, onde desfilaram Luis Carlos Magalhães, Lucinha Nobre e Marlon Lamar, representando a Portela no enredo sobre Paulinho da Viola, realizou uma festa de confraternização com a presença da comitiva portelense, do Consulado da Portela no Japão, dos segmentos daquela escola e dos participantes das oficinas.

Vale ressaltar que a atividade foi organizada e realizada pelo Consulado da Portela no Japão, com o apoio do Departamento Cultural da Portela e do GRES Bárbaros.

No dia 14 de setembro, em Tóquio, começam as oficinas que serão ministradas pela coordenadora da ala de passistas e diretora de Harmonia da Portela, Nilce Fran.


Foto: Divulgação / Consulado da Portela no Japão
Legenda: Casais locais participam de oficina com Marlon e Lucinha

Fonte.:  www.gresportela.com.br