Presidente da Portela realiza palestra na Embaixada do Brasil em Tˇquio

 

O presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, ministrou, nesta sexta-feira (24), uma histórica palestra na Embaixada do Brasil em Tóquio. O evento, que teve tradução para língua local e contou com a presença de 70 japoneses e brasileiros, foi aberto pelo Embaixador do Brasil no Japão, André Corrêa do Lago, que ressaltou as últimas conquistas que agremiação vem proporcionando aos cariocas, desejando boa sorte à nação portelense no desfile de 2019. 

Luis Carlos Magalhães agradeceu a recepção do embaixador e o presenteou com uma camisa do enredo da Portela de 2019 e uma camisa das oficinas de mestre-sala e porta-bandeira, que ocorrerão a partir do dia 27, comandadas por Marlon Lamar e Lucinha Nobre.

Em seguida, o presidente da Portela iniciou a palestra, que abordou aspectos do carnaval brasileiro no século XIX e como o carnaval, o samba e as escolas passaram a fazer parte de uma mesma festa. Luis Carlos também destacou os laços entre o Brasil e o Japão que resultaram na participação de japoneses no carnaval carioca e no "Asakusa Samba Carnival".

Antes da palestra, Luis Carlos, Lucinha e Marlon visitaram, por cerca de duas horas, o Museu Edo-Tokyo. A comitiva ficou impressionada com a forma pela qual a história da capital japonesa é retratada em forma de maquetes, objetos, reproduções e obras de arte, com grande riqueza de detalhes e informações. Depois da visita, o grupo almoçou num centro de degustação da culinária local.

Eles também foram até o bairro de Asakusa, onde conheceram o complexo de construções budistas que fazem parte do Templo Sensoji, datado de 645 DC. No local, estiveram com sambistas japoneses, em especial com membros do GRES Bárbaros, cujo enredo deste ano fará homenagem ao compositor Paulinho da Viola. Atrás do templo Sensoji, as escolas de samba japonesas, que desfilarão neste sábado (25), ainda trabalhavam nos últimos retoques das alegorias.

A comitiva portelense foi acompanhada pelo presidente do Consulado da Portela no Japão, Marcello Sudoh, e pela vice-presidente e diretora financeira da instituição, Kishuko Sudoh. A viagem, que termina no dia 30, é uma iniciativa daquele Consulado, em parceira com o GRES Bárbaros e o Departamento Cultural da Portela.

Além do Japão, a Portela tem consulados nas cidades brasileiras de São Paulo, Brasília, Porto Alegre, Florianópolis e na região do Vale do Café (RJ). Todos são subordinados ao Departamento Cultural da escola, idealizador do projeto.

Foto: Divulgação / Consulado da Portela no Japão
Legenda: Presidente Luis Carlos Magalhães foi recebido pelo Embaixador do Brasil no Japão, André Corrêa do Lago

Fonte.:  www.gresportela.com.br