Departamento Cultural da Portela vai homenagear compositores de samba-enredo em evento

 

Debate reunirá Espanhol, Claudio Russo, Flávio Bororó, Ciraninho, Luiz Carlos Máximo e Samir Trindade. Já David Correa e Noca da Portela receberão Medalha Natal da Portela.

O Departamento Cultural da Portela vai promover, no dia 16 de junho (sábado), a partir das 17h, na sede da Portelinha, com entrada franca, uma homenagem a grandes compositores de samba-enredo da história da agremiação. Eles serão os protagonistas da segunda edição do projeto Portela Molhando a Palavra.

Reunidos em uma roda de conversa, nomes como Juan Espanhol, Claudio Russo, Flávio Bororó, Ciraninho, Luiz Carlos Máximo e Samir Trindade vão relembrar momentos importantes dos desfiles embalados por suas obras, além de falar sobre o ofício do compositor. O bate-papo será mediado pelo presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães, e pelo presidente do Conselho Deliberativo e membro da comissão de Carnaval da escola, Fábio Pavão.

Após o debate, os conjuntos musicais da Galeria da Velha Guarda e da Ala de Compositores Ary do Cavaco vão realizar uma roda de samba especial.

Outro destaque da programação do evento, que integra os festejos pelos 95 anos de fundação da escola, será a homenagem a David Correa e Noca da Portela, os dois maiores vencedores de samba-enredo da Portela em todos os tempos (cada um com sete vitórias). Ambos vão ser agraciados com a Medalha Natalino José do Nascimento, criada pelo presidente Marcos Falcon para reverenciar portelenses que prestaram e/ou ainda prestam relevantes serviços à Majestade do Samba. 

"Existe melhor forma de homenagear o gênero samba-enredo que celebrar as obras dos compositores que já assinaram hinos para a Portela?", indaga o diretor cultural Rogério Rodrigues, que destaca, ainda, a comenda para Noca e David. "David nos legou refrões como 'Vou me embora / vou me embora / eu aqui voltou mais não / vou morar no infinito / e virar constelação'; e fez a trilha sonora de quatro desfiles muito fortes da escola, inclusive o do título de 1980 (Hoje Tem Marmelada). Já Noca nos legou o maravilhoso 'Gosto que Me Enrosco' (1995) e embalou o segundo desfile deste renascimento da escola, ano em que levamos para a Avenida a icônica Águia Redentora (2015). Nada mais justo que receberem esta homenagem como símbolo do carinho que o mundo do samba tem pela ala de compositores da Majestade do Samba", completa Rogério.

A Medalha Natal da Portela será entregue na véspera do aniversário de nascimento do fundador Paulo da Portela.

Serviço:

Portela Molhando a Palavra

Data: 16 de junho (sábado)

Horário: 17h

Local: Quadra da Portelinha

Endereço: Estrada do Portela 446, Oswaldo Cruz

Entrada franca

Classificação: Livre

Informações: (21) 3256-9411  

Compositores homenageados e suas respectivas vitórias

Juan Espanhol (1990)
Claudio Russo (1993 e 1994)

Flávio Bororó (2001) 
Samir Trindade (2016, 2017 e 2018)

Ciraninho (2007, 2008, 2009 e 2010)

Luiz Carlos Máximo (2009, 2012, 2013 e 2014)

Noca da Portela (1976, 1985, 1995, 1998, 1999, 2005 e 2015) 

David Correa (1973, 1975, 1979, 1980, 1981, 1982 e 2002)


Crédito da foto: Leo Cordeiro / Divulgação
Legenda: Ala de Compositores Ary do Cavaco durante o desfile de 2018

Fonte.:  www.gresportela.com.br